Siga-nos
  • Facebook
  • G+
  • Twitter
  • Orkut
Moradores das Favelas Consomem R$ 68,6 bi

Moradores das Favelas Consomem R$ 68,6 bi

Postado Por: Kamila Nascimento em 2 de março de 2015.


Moradores das Favelas Consomem R$ 68,6 bi

O aumento da renda no País promoveu uma série de mudanças na sociedade brasileira, além de diminuir consideravelmente o número de miseráveis. Segundo dados do Ministério do Trabalho, de 2003 até 2014 o salário mínimo teve aumento de 73%, alta que tem um efeito multiplicador em todo o setor produtivo.

O morador das favelas brasileiras movimenta por ano R$ 68,6 bilhões, segundo dados de pesquisa inédita feita em fevereiro pelo instituto Data Favela, com apoio do Data Popular e da Central Única das Favelas (Cufa), e que será divulgada durante o 2º Fórum Nova Favela Brasileira, na terça-feira (3), em São Paulo. O consumo por habitante (per capita) chega a R$ 5.577,24 por ano.

Para se ter uma ideia comparativa da expressão do consumo desse público específico no cenário nacional, basta lembrar que o governo federal tem como meta um superávit primário (economia de gastos públicos) de R$ 66 bilhões neste ano – equivalente a 1,2% de todos os bens e serviços que produzidos no período.

Os 12,3 milhões de moradores nas favelas brasileiras, segundo a pesquisa, elevaram o acesso a bens e serviços de 2013 para 2015. No primeiro ano, 46% dos lares tinham TV de plasma, LED ou LCD, ao passo que em 2014 esse percentual subiu para 67% nos domicílios das comunidades.

A máquina de lavar, antes um bem considerado inacessível a essa parcela da população, hoje é eletrodoméstico presente em 75% das casas, ante 69%, em 2013.

O estudo mostra ainda que, em relação à posse de carro, 24% dos moradores têm veículo próprio. Em 2013 eram 20%. Motos: 14% em 2015, ante 13% em 2013.  E os moradores não querem parar de consumir. Nos próximos 12 meses, planejam comprar principalmente notebook, tablet e TV de plasma.

Essa mudança econômica e, consequentemente, comportamental provoca mudanças até na maneira de se fazer pesquisas no Brasil.

Dados do levantamento apontam ainda que os moradores nas favelas estão mais endividados: 35% das pessoas possuem dívidas hoje, enquanto esse percentual em 2013 era de 27% tinham dívidas.

Atualmente, o endividamento é mais alto entre as pessoas de 35 a 49 anos – 45% da população nessa faixa etária têm dividas. Por outro lado, a inadimplência permanece estável nos últimos anos. Hoje, 22% têm conta atrasada há mais de 30 dias.

Os moradores também estão preocupados com a alta dos preços dos produtos e com a dificuldade para pagar as contas. A cada 10 moradores, 8 têm medo da inflação. Quanto menor a renda, mais forte é a preocupação com os preços: 82% da classe baixa, 80% da classe média e 73% da classe alta têm medo da inflação. Já para 53% está difícil pagas contas. Para lidar com a inflação, 86% dos moradores das favelas costumam pesquisar os preços dos produtos.

Conheça a Metodologia

O estudo foi feito em fevereiro deste ano, pelo instituto Data Favela, com apoio do Data Popular e da CUFA, com 2 mil moradores, de 63 favelas, localizadas em nove regiões metropolitanas e também no Distrito Federal (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Curitiba, Porto Alegre e Brasília).

Fonte: iG

Compartilhe:



Comentários | Comente pelo Facebook:



Deixe uma resposta


Destaques Regionais

Mais de 1 Milhão de Investimentos em Altônia
Administração Municipal e Câmara de Vereadores de Altônia entregaram instrumentos, veículos novos e assinam autorização de obras com mais de 1 Milhão de...

Mudanças e Recadastro do MEI
A Secretaria Municipal de Indústria e Comércio de Altônia avisa sobre as mudanças do MEI – Microempreendedor Individual....
turma-da-monica-2
Série Especial de Gibis da Turma da Mônica
O Sicredi acaba de lançar a segunda edição da série especial de revistas em quadrinhos da Turma da Mônica com a temática “educação financeira para cri...
Refis-Iporã-Id
REFIS: Você Contribui e Iporã Cresce
A Prefeitura de Iporã lança o REFIS 2017, Programa de Recuperação Fiscal. Ganhe descontos para regularizar sua situação fiscal e débitos pendentes com a ...



Conteúdos Relacionados
Aproveitando os Descontos da Black Friday \"Black Fraude\" ou \"Black Friday de Pinóquio\", assim é conhecida a versão brasileira da sexta-feira de descontos criada nos Estados Unidos. A má fama ...


Classificados
Sicoob - Prorroga Dívidas - ID
Sicoob Disponibiliza Prorrogação de Dívidas
O Sicoob Arenito iniciou a prorrogação das parcelas referentes as dívidas de micro e pequenas empresas. Estas parcelas serão migradas para o final do cronograma de pagamentos.
SM Bom Preço - 16-03-2020 - Id
Prevenção ao Coronavirus no Bom Preço Max
Confira as Ofertas da Semana da Prevenção ao Coronavirus no Supermercado Bom Preço Max, válidas até 21 de Março de 2020 na lojas de Altônia e Iporã.
Quinta das Carnes no Mendes
Confira as Ofertas Onde é Barato todo Dia no Supermercado Mendes em Pérola, validas até 16 de março de 2020.
Venda de Casa do Cesar - Id
Residência de Alto Padrão em Altônia
Vende-se uma residência de alto padrão na área central de Altônia. O imóvel possui 14 ambientes com excelente acabamento. Piso de granito e laje na residência e aplicação de gesso.
  • Voltar
  • Avancar