Siga-nos
  • Facebook
  • G+
  • Twitter
  • Orkut
Crescem Incertezas Para Volta às Aulas

Crescem Incertezas Para Volta às Aulas

Postado Por: Nelson Lima em 4 de fevereiro de 2015.


Incerteza Para Voltas às Aulas 

A cinco dias da data prevista para o início do ano letivo na rede estadual, as escolas do Paraná ainda não sabem como farão para receber os alunos em sala de aula. A equação complicada é composta por três variáveis: o corte no número de funcionários; a falta de repasses do fundo rotativo (dinheiro destinado à manutenção das escolas e compra de materiais); e o déficit de professores. Enquanto o colapso se acirra, cresce na categoria os rumores de greve.

Na semana passada, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) cortou 30% dos funcionários contratados via Processo Seletivo Simplificado (PSS). A medida mandou para casa cerca de três mil servidores que trabalhavam na limpeza e manutenção das escolas, além de alguns funcionários administrativos. A Gazeta do Povo visitou cinco escolas estaduais de Curitiba. Com a redução do quadro, nenhuma delas tem condições de funcionar .

“Nem que o diretor coloque uma vassoura na mão de cada professor vai conseguir suprir esse corte”, disse um funcionário do Tatuquara. “Tirar funcionários é abrir a porta das escolas para os traficantes. São esses servidores que mantêm os colégios e criam condições para que as unidades funcionem”, observa um professor que há duas décadas leciona na rede estadual.

As escolas do Paraná padecem, ainda, da falta de dinheiro. Desde outubro, três parcelas do fundo rotativo do ano passado estão atrasadas: duas destinadas a compra de materiais de consumo e uma à manutenção das escolas. O sindicato da categoria, APP-Sindicato, estima que a dívida supere a casa dos R$ 13 milhões. Enquanto isso, colégios estão longe de ter condições ideais .

Diretores Tiram Dinheiro do Bolso

O atraso no repasse do fundo rotativo às escolas estaduais chegou a criar situações limite. A Gazeta do Povo ouviu quatro diretores, dos quais três disseram ter tirado dinheiro do bolso para manter as escolas funcionando. Os colégios pelos quais são responsáveis acumulam dívidas e eles precisam justificar pessoalmente a demora no pagamento. “Não tem outra alternativa. A gente calça a cara e negocia. Parece que a caloteira sou eu”, diz a diretora de uma escola de 800 alunos.

Outro diretor diz que o colégio em que ele trabalha deve mais de R$ 3,5 mil a uma única papelaria. Enquanto aguarda receber os R$ 18 mil do fundo rotativo, em parcelas atrasadas, ele recorreu a um empréstimo bancário para providenciar a manutenção do colégio. “A escola estava com problemas no telhado e na parte elétrica, além de precisar capinar. Se eu não fizesse isso, não teria condições de deixar tudo pronto para as aulas, que a gente nem sabe se vão mesmo começar”, diz.

Em outra escola, o diretor lançou mão de recursos próprios para comprar materiais básicos. Eles esperam repor o prejuízo quando receberem do estado o dinheiro atrasado. “Chegou a faltar papel para imprimir documentos e papel higiênico. Não tinha como deixar do jeito que estava”, justifica. “Mas tem colégios maiores, como o Estadual [do Paraná] em que a dívida passa de R$ 270 mil”, acrescenta.

Ontem, a Seed publicou uma nota, informando que seria depositada na conta das escolas a primeira parcela de 2015 da cota de consumo do fundo rotativo. O valor destinado aos colégios seria de R$ 4,2 milhões. A dúvida quanto às parcelas atrasadas permanece. Questionada, a Seed se limitou a dizer que o pagamento seria normalizado, mas não deu detalhes.

Sem Prejuízo 

A Seed diz que o “ajuste” no número de funcionários não prejudicará as aulas. Na média, um funcionário teria sido cortado por colégio. Antes da redução, 19 mil atuavam nas escolas.

Fonte: Gazeta do Povo

Compartilhe:



Comentários | Comente pelo Facebook:



Deixe uma resposta


Destaques Regionais

Palestra Sobre Garantia de Crédito em Altônia
A Cresol em Altônia juntamente com Noroeste Garantias e ACEA tem o imenso prazer de convidar os empresários de Altônia para uma palestra sobre Garantia de Cr...
atletico-ivaté
Goleada do Clube Atlético Ivaté
Jogando em Herculândia, a equipe do Clube Atlético Ivaté aplicou uma fragorosa goleada na equipe do Herculândia por 5x0....

Mais 196 Vagas Nesta Quinta-Feira
Além das vagas já divulgadas esta semana, a Agência do Trabalhador de Umuarama abrirá nesta quinta-feira (21), mais 196 novas oportunidades de emprego....

Mercado Prevê Queda 3,5% do PIB
Para a inflação, expectativa é de mais avanço, fechando o ano em 10,44%. Previsão para juros subiu em 2016 e estimativa para investimento caiu....



Conteúdos Relacionados
Aproveitando os Descontos da Black Friday \"Black Fraude\" ou \"Black Friday de Pinóquio\", assim é conhecida a versão brasileira da sexta-feira de descontos criada nos Estados Unidos. A má fama ...


Classificados
Lista Pré Candidatos - ID2
Altônia: 75 Pré-Candidatos a Vereador
Confira a relação dos 75 pré-candidatos a vereador em Altônia informados pelo TSE ou pelos partidos ao Portal Altônia: CIDADANIA - MDB - PDT - PP - PSD - PSC - PSL – PT – PTB.
Quinta das Carnes e Folheto no Mendes
Confira as Ofertas da Quinta das Carnes do Mendes em Pérola no Supermercado Mendes, validas para 10/09/2020.
Sicoob - Alice Assistente Virtual - Id
Alice é a Assistente Virtual do Sicoob
Durante o período da quarentena, o uso dos canais digitais do Sicoob cresceu 37% em quantidade de transações. A Alice é a Assistente Virtual foi lançada neste período.
Prêmio Cresol - Id
Cresol: Entre Melhores Empresas para Trabalhar
Segundo pesquisa da Great Place To Work (GPTW), a Cresol está entre as dez melhores empresas para se trabalhar no Brasil no segmento do Agronegócio.
  • Voltar
  • Avancar