Siga-nos
  • Facebook
  • G+
  • Twitter
  • Orkut
Brasil Terá a 3ª Energia Mais Cara do Mundo

Brasil Terá a 3ª Energia Mais Cara do Mundo

Postado Por: Kamila Nascimento em 15 de janeiro de 2015.


Brasil Terá a 3ª Energia Mais Cara do Mundo

O aumento do preço da energia elétrica, que pode chegar a 40% neste ano, deve colocar o Brasil como o terceiro país com o custo mais alto entre um grupo de 27 países industrializados. O país encerrou 2014 na oitava posição do ranking, de acordo com levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). No fim do ano, o custo médio do MWh era de R$ 342,7. A entidade previa uma alta de 17% para este ano, mais o custo das bandeiras tarifárias, o que elevaria o valor a R$ 420,2. Com a decisão de que o Tesouro não vai mais bancar a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), o novo valor deve chegar a R$ 479,8, atrás apenas dos valores cobrados na Índia e na Itália.

Segundo Lincoln Gonçalves, presidente do Conselho de Política Econômica da Fiemg, é inevitável a indústria repassar o aumento da energia para o consumidor final.

O estudo da Firjan diz que “a situação do Brasil mediante o cenário internacional hoje já é preocupante, e a perspectiva da evolução futura do custo da energia elétrica implica em perda de competitividade para as indústrias nacionais”. A entidade diz que o país precisa buscar a redução do preço da energia. No curto prazo, a alternativa seria cortar impostos, como o ICMS e o PIS/Cofins. No longo prazo, a saída seria diversificar a matriz energética.

A Associação Brasileira de Grandes Consumidores de Energia (Abrace) diz que o aumento vai prejudicar a competitividade da indústria nacional. “Para assegurar a manutenção desse objetivo (competitividade da indústria nacional), entendemos que o mais adequado seria isentar a indústria do encargo, seguindo o exemplo de diversos países que consideram a energia um instrumento de política industrial”, diz o presidente da Abrace, Paulo Pedrosa.

Inflação

Esse aumento de até 40% tem uma causa de fatores, como o aumento do custo de geração causado pela seca – e que levou à adoção das bandeiras tarifárias – até o pagamento de financiamentos feitos nos últimos anos e o fim do subsídio do governo à CDE.

Janeiro

Somente neste mês, o custo da energia já subiu 11,5% para a indústria, segundo a Firjan. O valor médio do MWh atingiu R$ 402,26, considerando o novo sistema e um aumento de 0,9% autorizado para a Eletropaulo (SP).

Fonte: iG

Compartilhe:



Comentários | Comente pelo Facebook:



Deixe uma resposta


Destaques Regionais

Seminário Discute gestão de resíduos sólidos
O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) realizou recentemente o 1º Seminário Entre Rios de Resíduos Sólidos, em parcerias com Umuarama e outros municípios d...

Iporã Inaugurou Duas Unidades do CMEi
O Prefeito Robertinho de Iporã inaugurou a reforma e ampliação de duas unidades CMEi e a pavimentação de asfaltos em ruas no Distrito da Vila Nilza e e no ...

Educação Preventiva em Umuarama
Por meio da Divisão de Vigilância em Saúde, a Secretaria de Saúde de Umuarama realizou um amplo trabalho de educação e saúde preventiva na rede escolar a...

Altônia Ampliou e Elegeu o Capitão
Altônia ampliou e elegeu o Capitão Jair Messias Bolsonaro Presidente do Brasil. Foram 8.130 votos representando 71,12% do total. Um aumento de 1.651 votos so...



Conteúdos Relacionados
Aproveitando os Descontos da Black Friday \"Black Fraude\" ou \"Black Friday de Pinóquio\", assim é conhecida a versão brasileira da sexta-feira de descontos criada nos Estados Unidos. A má fama ...


Classificados
DoubleNet - Mais Velocidade - Id
DoubleNet: Mais Velocidade Para Você
Agora os clientes da DoubleNet tem até quatro vezes mais velocidade. Quem tinha 25 MB agora tem 100 MB. Quem tinha 100 MB agora tem 400 MB.
É Barato Sempre no Mendes
Confira as Ofertas É Barato Sempre no Supermercado Mendes em Pérola, validas até 12 de fevereiro de 2020.
Sicoob - Sorte Assim - ID
Promoção “Sorte Assim só no Sicoob”
A promoção “Sorte Assim só no Sicoob” promete movimentar a vida dos associados do maior sistema de cooperativismo financeiro do País.
Concorra a 2 Motos no Bom Preço Max
Confira as Ofertas e Concorra a 2 Motos no Supermercado Bom Preço Max, validas até 15 de fevereiro de 2020.
  • Voltar
  • Avancar