Siga-nos
  • Facebook
  • G+
  • Twitter
  • Orkut
Xuxa Chorou em Brasília

Xuxa é Hostilizada na Câmara Federal

Postado Por: Lúcio Freire em 22 de maio de 2014.


Xuxa é Hostilizada na Câmara Federal dos Deputados e Chora

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou nesta quarta-feira, 21 de Maio de 2014, após acordo entre parlamentares, a chamada Lei da Palmada. Acordo com bancada evangélica alterou a redação e permitiu aprovação. Projeto, que agora homenageia menino morto no RS, vai para o Senado. A solenidade contou com  a presença da Apresentadora Xuxa que foi Depois de 2 anos que a apresentadora Xuxa fez um desabafo no Programa Fantástico alegando que sofreu abusos sexuais na infância. O deputado evangélico Pastor Eurico, do PSB de Pernambuco, acusou Xuxa de provocar a “maior violência contra crianças em um filme pornô”. Xuxa saiu por cima, fazendo um coração com as mãos para o deputado. Mas pegou mal, muito mal, lógico, escreve Lauro Jardim da Veja.Com.

Pedido de Desculpa e Choro de Xuxa – Texto de Lauro Jardim da Veja.Com

A turma de Campos entrou em ação para apagar o incêndio. Júlio Delgado se superou e saiu correndo para abordar Xuxa quando ela caminhava rumo ao elevador para ir embora.

- Eu quero me desculpar muito. Em meu nome, do meu partido e em nome do Eduardo Campos. O deputado não será mais titular da comissão e o que ele diz de jeito nenhum representa o que pensa a bancada. Desculpe, me desculpe, de coração. Xuxa caiu. Não se conteve, encheu os olhos e começou a chorar, antes de responder, elegantemente:

- Olha, a minha mãe é evangélica, outras pessoas na minha família são evangélicas. Eu sei que isso não é uma coisa dos evangélicos, mas, individual, só daquela pessoa.

Entenda na matéria abaixo, escrita há dois anos atrás por Julio Severo e publicada na Coluna Cidadania Cristã pelo Jornalista Lúcio Freire, porque a Xuxa foi confrontada na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal.

Xuxa Deveria ir Ao Fantástico Pedir Perdão Por Fazer Filme Pornográfico, diz Julio Severo

No Fantástico de domingo, 20 de Maio de 2012, Xuxa alegou que sofreu abusos sexuais na infância. Segundo ela, supostamente, foram três homens.

Sua declaração forte trouxe uma alta em sua imagem num momento em que sua carreira já não tem o brilho que tinha antes. O brilho tem sido cada vez mais ofuscado por um sombrio esqueleto em seu armário: Em 1982 ela fez o papel principal do filme “Amor estranho amor”, que contém cenas de pedofilia explícita em que ela seduz um menino.

Xuxa vem travando uma batalha judicial sem tréguas para que o filme, que tem perturbado sua carreira e fama, não seja oficialmente comercializado em DVD. Seus produtores haviam chegado a exigir 100 mil reais por ano para manter o filme “extinto”. O desgaste com o obsceno filme pró-pedofilia tem sido um flA trajetória de Xuxa, com suas recentes revelações de pedofilia na infância, teve um início com contexto previsível. Sabe-se que ela, por costume da família ou vontade própria, gostava de andar nua dentro de casa quando era menina. Crianças de lares com tais “hábitos” não raramente enxergam com “naturalidade” o sexo.

Qualquer homem moralmente são teria dificuldade de visitar uma casa onde o pai permite que sua filha de oito, dez ou doze anos ande “ao natural”. Não chega a ser “fora do normal” um lar com nudez descarada produzir abusos sexuais. É um ambiente produtor de tentações.

Tais lares, além de tornarem suas crianças vulneráveis aos oportunistas sexuais, não veem nada de errado em revistas pornográficas.

Xuxa não só tinha essa visão, mas também chegou a posar nua para várias revistas pornográficas, inclusive a mais famosa, a Playboy. O que era “natural” para ela acabou também virando fonte de renda.

Mesmo com esse histórico moralmente turbulento, ela acabou entrando no mercado infantil, com um programa primeiramente na TV Manchete e depois na TV Globo, onde dançarinas mirins com trajes curtos e a garotada garantiram para ela e para a TV Globo IBOPE e audiência. Ela passou de coelhinha da Playboy à rainha dos baixinhos.

É uma carreira infantil de sucesso alicerçada em assombrações pornográficas e pedofílicas.

Ela não era, é claro, o exemplo ideal para as crianças. Mas o mundo imundo da TV tem valores inversos de uma família que protege os filhos com valores morais.

Durante o governo de Lula, Xuxa encabeçou a campanha nacional “Não Bata, Eduque!”, lançada por Lula em Brasília. A campanha, de modo ostensivo, buscava a criminalização de pais e mães que aplicam castigos físicos como disciplina para o mau comportamento dos filhos.

Xuxa mostrou sua rebelião a esse mundo com limites para as crianças. Talvez ela anseie um mundo onde as crianças possam tranquilamente andar livres dentro de casa — livres de roupas — e assim estar mais preparadas para ver com naturalidade o sexo e a revista Playboy.

Mas a experiência de uma infância sem limites e sem roupas não trouxe felicidade para a menina Xuxa. Trouxe, pelo que alega ela, estupros. E trouxe, pelo que mostra seu currículo, seu estrelato num filme de pedofilia explícita e participação em revistas pornográficas.

Em todas essas décadas, Xuxa jamais reclamou de ter sofrido peso na consciência pela óbvia incoerência entre sua vida no mercado pornográfico e no mercado infantil. O que importava, talvez, fosse obter dinheiro, fosse de qual fosse a procedência.

Na entrevista ao Fantástico, Xuxa se queixa de um pai ausente, mas quando ela teve oportunidade de fazer diferença na sua vida, ela escolheu ter uma filha sem um pai. Ela determinou que a figura do pai ficasse ausente da vida de sua filha.

Depois de sua recente confissão de abuso sexual na infância, Xuxa deveria abandonar seu ativismo contra os direitos dos pais disciplinarem seus filhos e imporem limites — inclusive o uso de roupas — neles. Abuso e violência não é impor limites nos filhos, conforme hoje esbraveja Xuxa com sua campanha anti-pais, mas a falta de limites.

Seu ativismo agora deveria se limitar aos malefícios da nudez dentro de casa, de como essa prática torna as crianças presas fáceis de pedófilos, do sexo casual e da pornografia.

O ativismo dela deveria também incluir uma campanha de alerta para que os pais bloqueiem toda pornografia em seus lares.

E ela poderia também aproveitar e aparecer novamente no Fantástico para pedir perdão às famílias e crianças do Brasil pelo filme “Amor estranho amor”, onde ela mesma, já adulta consciente e com fome de grana, fez descarada propaganda pró-pedofilia.

Fonte: www.juliosevero.com



Compartilhe:



Comentários | Comente pelo Facebook:



3 respostas para “Xuxa é Hostilizada na Câmara Federal”

  1. valdemar disse:

    não vejo nada errado uma criança transitar sem roupa dentro de casa. Pois quando era criança era comum eu meus irmãos ficar sem roupas dentro de casa.Meninas de 12 anos naquele tempo ainda era inocente e os adultos de casa viam isso com naturalidade.Quanto o ato da Xuxa,considero coisas banais dentro da normalidade não merecendo maiores comentarios.

  2. lali disse:

    Já conhecia o contexto do filme “Amor estranho amor” e a participação da Xuxa. Assisti tambem o depoimento dela na TV sobre os abusos sofridos.
    Essa moça, com certeza, deve estar fazendo terapia e se não está deveria estar.
    Lastimável a imagem dela de eterna adolescente sendo uma mulher de 50 anos. Que exemplo é esse? Qual o compromisso dela que não seja com ela mesma, sendo uma figura pública?
    Sinto pena e a tal “vergonha alheia”.

  3. Indignada disse:

    Absurdo pensar que é natural desejo sexual por crianças nuas, como se a nudez ou as roupas mais decotadas ou curtas justificassem o abuso, transformando as vítimas, crianças ou mulheres, em estimuladoras do próprio abuso. Parece até um fundamentalista muçulmano defendendo o uso da burca e justificando que se uma mulher é estuprada por não usá-la a culpa é dela que se expôs ao desejo masculino e não do abusador que não conseguiu controlar seu extinto animal. Não somos mais animais!

Deixe uma resposta


Destaques Regionais
Rede Amerios - Reunião
Prefeito Reúne Servidores
O prefeito Moacir Silva e o secretário municipal da Saúde, Luiz Alberto Haiduk, reuniram os médicos, dentistas, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, etc....

Reunião do MEC na PMU
Uma comissão de doutores do MEC esteve na cidade, esta semana, avaliando a infraestrutura local da saúde pública....

Coletiva com Secretário de Estado da Saúde
O secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto, concederá entrevista coletiva no auditório da Prefeitura de Umuarama, nesta quinta-feira....
Agenda-Amerios-Divulgue
Divulgue na Agenda Amerios
Os eventos na região mobilizam muitas pessoas. Com a proximidade das cidades é grande o interesse do público em saber desta programação. Saiba como divulga...



Conteúdos Relacionados


Classificados
Auto Posto Real - Inauguração
Auto Posto Real Será Inaugurado em Altônia
Na próxima quarta-feira, 6 de Agosto, a cidade de Altônia ganhará um novo e moderno posto de combustível com loja de conveniência. A abertura receberá a cobertura da Rede Amerios.
Loja Sintonia - Dia dos Pais - Id
Seu Pai em Sintonia com a Moda
A Loja Sintonia está com uma super promoção para o Dia dos Pais. Os melhores produtos para você presentear com descontos de 15 a 40%. Em cada compra você concorre a R$ 300,00 em mercadorias.
Casa Nova - Promoção Dia dos Pais - Id
Promoção do Dia dos Pais da Casa Nova
O Dia dos Pais está chegando e o seu merece um belo presente. A Casa Nova vai sortear uma Ducha Eletrônica modelo Move da marca Zagonel. Veja também oferta de Ciaxa de Gordura.
Comercial e Restaurante Paineira - 01
Comercial e Restaurante Paineira
O Comercial e Restaurante Paineira é um empreendimento da família Ventrameli que iniciou as atividades em 28 de Dezembro de 2004. Sempre com bom atendimento e servindo deliciosos pratos.
  • Voltar
  • Avancar